Violência: Ceará ultrapassa nas últimas 24 horas a marca de 3 mil homicídios no ano

0
Compartilhe

O Ceará ultrapassou nesta quarta-feira (16) a marca dos três mil assassinatos em 2020. O número de Crimes Violentos, Letais e Intencionais  (CVLIs)  neste ano, entre os dias 1º de janeiro e 16 de setembro (ontem), já era 3.024. Em todo o ano de 2019, foram registrados em no estado, 2.396 crimes, incluindo as mortes em presídios e os óbitos por intervenção policial (pessoas mortas em confrontos com a Polícia), de acordo com estatísticas oficiais da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

As execuções sumárias e os fuzilamentos que acontecem diariamente por conta da “guerra urbana” travada entre facções criminosas têm contribuído decididamente na alta da violência armada no Ceará, com dezenas de assassinatos todos os meses do ano, sem exceção até aqui. Os homicídios em série migraram das ruas da Capital para cidades da Região Metropolitana de Fortaleza e cidades do interior nos últimos meses.

 

No entanto, na primeira quinzena deste mês de setembro, os homicídios voltaram a ser registrados com uma preocupante intensidade para as autoridades  da Segurança em algumas regiões da Capital. Ainda assim, é na Região Metropolitana de Fortaleza onde  as execuções sumárias ocorrem em maior escala. Cidades como Pacajus, Cascavel, Itaitinga, Caucaia e Aquiraz estão se transformando em guetos de bandidos oriundos de Fortaleza e ali os crimes proliferam.

Crimes recentes

Exemplo disso é que no intervalo de apenas quatro dias – entre a sexta-feira (11) e a terça (15) –  nove pessoas foram mortas em três casos de tentativas de chacinas ocorridas  nos Municípios de Maracanaú, Guaiúba e Pacajus.

Na  noite da última sexta (11), bandidos invadiram uma residência no bairro Alto da Mangueira, em Maracanaú, e mataram três pessoas, identificadas como Francisco Tiago Pires da Silva, Rafaela Pereira da Silva e João Paulo Pereira Costa.

Na madrugada de terça-feira (15), a cena se repetiu na localidade de Água Verde, na zona rural de Guaiúba, onde criminosos de uma facção atacaram uma casa e mataram a tiros, Francisco Ewerton da Costa Barbosa, Antônio Daniel Carneiro da Silva, além de um terceiro homem não identificado, que foi decapitado. Apenas a cabeça dele foi encontrada no local do crime.

Também na terça-feira, à noite, três moradores da comunidade de Tucum, em Pacajus, foram fuzilados na porta de casa. Os mortos foram identificados como Francisco Reginaldo Cavalcante Almeida, Antônio Fernando Filho e Janiano Ferreira Félix.

Para a Polícia, não há dúvidas de que as nove mortes foram decorrentes da ação de integrantes de facções criminosas. Dois suspeitos dos assassinatos em Guaiúba já estão detidos, após serem localizados através do sistema de monitoramento de vias Spia.

Ceara News7

DHomem

Deixe um comentário