Russas: Cachorro estuprado não resiste e morre

0
Compartilhe

Nesta sexta-feira, 16, Mazinho Lima da ONG  Voluntários do amor, publicou em sua rede social um cachorro que estava sangrando muito pelo ânus. O cão chegou na casa do seu dono no bairro Várzea Alegre com uma hemorragia.  A principio acharam que poderia ter sido uma facada ou corte com qualquer outro objeto pontiagudo.

Ao levar o cão com hemorragia para a Clinica Veterinária, a profissional não encontrou nenhum corte e que tudo leva a crer que o cachorro tenha sido  estuprado. Após ser banhado e  receber  atendimento veterinário lamentavelmente o animal não resistiu e morreu.

 

Senado aprovou 09/ 09/2020 projeto que aumenta as penas para maus-tratos a cães e gatos (PL 1.095/2019) e sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro 29/09/2020. A prática de abuso, maus-tratos, ferimento ou mutilação a cães e gatos será punida com pena de reclusão, de dois a cinco anos, além de multa e proibição de guarda. Antes, a pena era de detenção, de três meses a um ano, e multa — dentro do item que abrange todos os animais. O projeto altera a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605, de 1998) para criar um item específico para cães e gatos, que são os animais domésticos mais comuns e principais vítimas desse tipo de crime.

 

 


DHomem

Deixe um comentário