Russano é vencedor de honraria da Academia Brasileira de Música na categoria Compositor

0
Compartilhe

Um cearense foi escolhido pela Academia Brasileira de Música para receber a mais importante honraria da instituição, a Medalha Villa-Lobos, na categoria Compositor.

Natural de Russas, Liduíno Pitombeira deve participar da cerimônia de entrega do título em julho, durante concerto em comemoração ao aniversário da ABM, a ser realizado na Sala Cecília Meireles.

Apesar de ter cursado Eletrotécnica na Escola Técnica Federal do Ceará, o artista não seguiu na área; ingressou em Música na Universidade Federal do Ceará, onde se graduou em 1996 e, desde a data, não parou mais de realizar trabalhos no segmento.

Atualmente professor de Composição da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Liduíno, além das peças que compõe – entre os destaques estão “Retrato de uma cidade”, com texto de Carlos Drummond de Andrade; “Sonata para violoncelo e piano Nº 1; e “Urban Birds” – também tem pesquisas e teorias musicais publicadas em periódicos e apresentadas no Brasil e no exterior.

img2img2
Está marcada para julho a entrega da Medalha Villa-Lobos ao artista

Alcance

Pitombeira também foi consultor de música da Secretária de Cultura do Estado do Ceará entre 1995 e 1997, onde elaborou e coordenou projetos como os da Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho e Quinteto de Sopros Alberto Nepomuceno.

Seu trabalho já foi reconhecido internacionalmente; em março de 2004 recebeu, nos Estados Unidos, o prêmio MTNA-Shepherd Distinguished Composer of the Year (Compositor do Ano) por seu trio com piano “Brazilian Landscapes Nº 1”, além de diversos outros títulos.

PALAVRAS-CHAVES:

Diario do nordeste


DHomem

Deixe um comentário