Promotor do caso Boneca Momo: não abandonem seus filhos na internet

0
Compartilhe

imageO Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do Núcleo de Combate a Crimes Cibernéticos (Nucciber) instaurou procedimento para apurar os fatos relacionados a vídeos possivelmente disponibilizados em plataformas de vídeos e compartilhados em redes sociais com conteúdo direcionado a crianças e uso do personagem “Boneca Momo”, informou nota do órgão. Foram enviadas notificações ao Google e ao WhatsApp, por meio das empresas sediadas no Brasil, para remoção do conteúdo, detalhou o MP.

 

Procurado pela reportagem do Diário do Nordeste, o MP-BA informou que o promotor Moacir Nascimento não vai mais se pronunciar publicamente sobre o caso, a fim de evitar prejuízos à investigação. Em entrevista a rádio do MP-BA, o promotor defendeu uma supervisão do conteúdo acessado por crianças e adolescentes na internet pelos pais ou responsáveis pelos jovens.

“O mais importante é passar mensagem para os pais: não abandonem seus filhos na internet”, disse Nascimento.

Ele informou ainda que não foi registrado caso de vítima de suicídio ou automutilação envolvendo crianças baianas. O Youtube já negou que vídeos de sua plataforma difundam conteúdo incentivando o suicídio.


DHomem

Deixe um comentário