Camilo Santana pede ao Ministério da Saúde inclusão de professores no grupo prioritário da vacinação

0
Compartilhe

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), encaminhou nesta um ofício ao titular do Ministério da Saúde, Marcelo Queiroga, solicitando que professores de todos os níveis sejam incluídos no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19. Até agora, o Estado já aplicou 1,9 milhão de doses, distribuídas entre idosos, profissionais da saúde e da segurança pública.

“Em todo o Brasil, as escolas já implementam o retorno gradual às aulas presenciais, o que amplia a necessidade de proteção dos docentes e, com a consequente diminuição do risco de transmissão do vírus, via vacinação, também entre os discentes”, argumenta o governador no texto também enviado à coordenadora geral do Plano Nacional de Imunização (PNI), Francieli Fontana.

PEDIDO REFORÇADO

Camilo Santana ressalta ainda que já fez a mesma solicitação no fim do ano passado. “Havia enviado ofício em 30 de dezembro do ano passado com o mesmo pleito. Continuarei nessa luta para que nossos profissionais da educação sejam imunizados o mais rápido possível”, diz o petista.

No último dia 24 de abril, o governador anunciou a ampliação da autorização para aulas presenciais nas escolas até o 9º ano do Ensino Fundamental. A medida é mais um passo nas ações de flexibilização de restrições no Estado.

Conforme mostrou o Diário do Nordeste, profissionais da rede pública de educação receberam com preocupação e descontentamento o anúncio.

“Todos nós educadores queremos voltar, e queremos voltar o quanto antes, mas precisamos voltar com garantias de vida, porque os alunos não se vacinam, mas os professores que estão lá precisam se vacinar, e os pais de alunos [também]. Porque tanto os alunos vão contaminar a família deles, como nós [profissionais de educação]vamos contaminar a nossa”

ANA CRISTINA
Presidente do Sindiute
Fonte- Diario do nordeste

DHomem

Deixe um comentário