Após cassação, eleitores de Cascavel retornam às urnas neste domingo (05) para eleger novo prefeito

0
Compartilhe

Os eleitores do município de Cascavel, situado a 60 km de Fortaleza, voltarão às urnas neste domingo (05), para escolher novo prefeito e vice-prefeito. A nova eleição se dá em função da cassação da agora ex-prefeita Francisca Ivonete Mateus Pereira e do seu ex-vice Waltermar Matias de Sousa, ambos do PDT.

O Tribunal Regional do Ceará (TRE-CE) deferiu a cassação basedada em denúncias de abuso de poder político nas eleições de 2016. Dentre os motivos para o afastamento dos gestores estão a contratação excessiva de servidores temporários e fraudulenta de estagiários, utilização de veículos do transporte escolar na campanha eleitoral e repasse irregular de verbas para associações.

Aprovada pela Corte do TRE-CE no dia 1° de março, a Resolução n.º 730/2019 , estabeleceu a data e fixou instruções para a realização do pleito. A prestação de contas das campanhas eleitorais para o pleito em questão estão disciplinadas na Resolução nº 731/2019. Conhecido como “mandato tampão”, as eleições suplementares que ocorrerão em Cascavel vão eleger prefeito e vice-prefeito que ficarão em seus respectivos cargos somente até o final de 2020.

Três chapas disputam a eleição:

– JUNTOS SOMOS MAIS FORTES (PTB/PDT): Ana Paula Vila Real Dantas (candidata a prefeita) e Juliana Pompeu (vice);

– PELO BEM DE CASCAVEL (PV e PRB): José Isaias de Lima (candidato a prefeito) e Talita Castro (vice);

– PRA FAZER DIFERENTE (PPS/PATRI/PR/PT/PC DO B): Tiago Lutiani Oliveira Ribeiro (candidato a prefeito) e Lurdenis (vice).

Cascavel tem 52.470 eleitores que votarão em 203 seções distribuídas em 79 locais de votação. Foram convocados 812 mesários para o dia do pleito. Além da juíza eleitoral, Leopoldina Fernandes, e da promotora eleitoral, Rosalice Monte, trabalharão nas eleições os 6 servidores do cartório e 7 servidores do TRE.

Esta será a 6ª eleição suplementar realizada pelo TRE em menos de 1 ano, relativa ao pleito de 2016. Em junho de 2018, os eleitores voltaram às urnas para a escolha do prefeito e vice dos municípios de Tianguá, Frecheirinhas, Umari e Santana do Cariri. Em outubro do mesmo ano, no dia das eleições gerais, os eleitores de Croatá também tiveram que escolher novo prefeito e vice.

CEARA AGORA


DHomem

Deixe um comentário