Hoje é o dia “D” de Combate a Sífilis

0
Compartilhe

A Secretaria Municipal da Saúde – SEMUS, por meio do Núcleo de Controle das Ações das DST/AIDS está promovendo durante o período de 01 a 31 de outubro a Campanha “Fique Sabendo” em alusão ao Dia Nacional de Combate à Sífilis e a Sífilis congênita comemorado na data de 20 de outubro. A Campanha tem como principal objetivo realizar testes rápidos para o diagnóstico da Sífilis.

Durante esse período, nos horários de 07h às 11h e 13h às 17h, o SAE – Serviço de Atenção Especializada em HIV/AIDS e Infectologia juntamente com as 22 Unidades Básicas de Saúde – UBS e outros órgãos da SEMUS, estarão de prontidão com suas equipes de profissionais para atender na realização de testes rápidos e diagnósticos da Sífilis, além de atividades educativas, salas de espera e entrega de preservativos.

Nesta quarta-feira, 17 de outubro, será realizado o Dia “D” de mobilização da Campanha onde serão ofertados no SAE e nas UBS’s os testes rápidos no horário normal de 7h às 17h e a noite das 17h às 21h.

Os testes são indicados para qualquer pessoa que se enquadre nos seguintes critérios: Gestantes e parceiros sexuais das mesmas; mulheres em idade fértil; aos que mantiveram relação sexual (oral, vaginal e anal) sem o uso de camisinha; pessoas que tiveram alguma doença sexualmente transmissível (DST) ou tuberculose e para quem compartilhou agulhas ou seringas.

Então se você passou por alguma dessas situações supramencionadas, procure orientação médica de imediato e faça o teste. Ele é rápido, seguro e sigiloso.

O secretário de saúde Gilberto Rodrigues destacou que essa é mais uma ação da Prefeitura de Russas, visando o bem estar e a saúde de todos os munícipes.

O que é a Sífilis

É uma doença infecciosa causada pela bactéria Treponema pallidum. Podem se manifestar em três estágios. Os maiores sintomas ocorrem nas duas primeiras fases, período em que a doença é mais contagiosa. O terceiro estágio pode não apresentar sintoma e, por isso, dá a falsa impressão de cura da doença.

Todas as pessoas sexualmente ativas devem realizar o teste para diagnosticar a sífilis, principalmente as gestantes, pois a sífilis congênita pode causar aborto, má formação do feto e/ou morte ao nascer. O teste deve ser feito na 1ª consulta do pré-natal, no 3º trimestre da gestação e no momento do parto (independentemente de exames anteriores). O cuidado também deve ser especial durante o parto para evitar sequelas no bebê, como cegueira, surdez e deficiência mental.


DHomem

Deixe um comentário