Acusado de matar companheira por ciúmes é condenado a 24 anos de prisão no Ceará

0
Compartilhe

Um homem acusado de assassinar a companheira a facadas foi condenado a 24 anos e 9 meses de prisão pelo crime de feminicídio em Guaraciaba do Norte, interior do Ceará. Segundo denúncia do Ministério Público, o homem matou a vítima, de 14 anos, por motivo de ciúmes.

Antes do assassinato, o acusado permaneceu com a vítima por três dias em cárcere privado. A jovem chegou a ser levada a um hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. Logo depois, o homem foi preso e confessou o crime.

Durante o julgamento, o júri reconheceu as qualificadoras de motivo torpe, recurso que impossibilitou a defesa da vítima, emprego de meio cruel e violência contra a mulher por razões da condição de sexo feminino.

A defesa alegou que, apesar de ser réu confesso as qualificadoras deveriam ser afastadas. A tese, no entanto, não foi aceita.

Sentença

Na sentença, a juíza Juliana Bragança Fernandes Lopes, titular do Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da Comarca de Guaraciaba do Norte, destacou que “o réu afirmou que caso a vítima não ficasse com ele, não ficaria com mais ninguém, o que denota extrema reprovabilidade e deve ser negativado por ser recriminante”.

Além disso, a magistrada disse que “as circunstâncias do crime também pesam negativamente contra o réu, pois a vítima possuía 14 anos de idade e ainda possuía doença mental”.

G1CE


DHomem

Deixe um comentário